Friday, December 25, 2009

Monday, October 05, 2009

To do list

- Comer 3 sapateiras no Festival de Sapateira em Santa Cruz (check!)
- Terminar Maquete (check!)
- Fazer o cartão do cidadão
- Saber preços e horários das aulas de natação
- Ir à praia
- Ir à praia com prancha e apanhar umas ondas
- Trocar o filtro da torneira da casa de banho

Será que me esqueci de algo? Hum... Acho que não!

Sunday, September 06, 2009

Friday, September 04, 2009

Telefone para que te quero

Está um gajo à minha frente que passa os dias a tratar de assuntos pessoais ao telefone. Assim de repente que me lembre eis os assuntos que já ouvi tratar (fora os outros que já nem me lembro que são muitos!!!):

- Atraso na entrega de sofás na Divane & Divane;
- Problemas com o serviço Netcabo na sua residência;
- Má montagem do ar condicionado;


PS: E pior! Tem um ar amaricado!

Wednesday, September 02, 2009

Moscas nos olhos

Olham para o céu azul e vêm coisinhas que parecem uma especie de risquinhos nos olhos? Pensam que é piquenas imperfeições nos olhos?

Nope! É merda mesmo! Merda em suspensão dentro dos vossos olhinhos!
http://pt.wikipedia.org/wiki/Moscas_volantes

Monday, August 17, 2009

Carneirada


Eu sou carneiro é verdade. Mas não gosto muito de ir em rebanhos. Não tenho dúvida que o iPhone é um objecto bonito e bastante apetecível. Mas quando olho à volta e andam por aqui quatro iguais à solta, faz-me sentir bem ser diferente!

Monday, August 10, 2009

(25/365)*100 = 6,85

Feitas as contas, quando vamos de férias só descansamos 6,85% dos dias do ano. Se então na maior parte das outras semanas se estamos a trabalhar acho que podemos dizer que as férias são em quantidade ridícula.

Desde quando é que 7% de alguma coisa, é de facto alguma coisa?

25% de férias já! Viva o verdadeiro descanso!

Monday, July 13, 2009

Monday, July 06, 2009

Assault to the piggy bank


Queria comprar um cartão de memória pró telemóvel pra meter GPS. Como não havia guito, lembrei-me daquela embalagem pra quebrar em caso de emergência.

O resultado:
€30,95.

Oh yeeeeeeeah! Guideri guideri guideri guideri guideri!

Thursday, June 18, 2009

good feeling

Sonhei que tinha encontrado uma máquina da EMEL que metias €1 e ela imprimia notas de €5. Ainda a sonhar, no dia seguinte, passei o tempo todo a localizar a mesma rua para fazer mais algumas impressões, mas infelizmente acordei...

Hoje de manhã comi uma porrada de cerejas e apanhei com o portageiro que diz "BOOOOOM DIAAAA!". Quando chego ao escritório tenho o cheque à minha espera para comprar o telemóvel da empresa. Que mais me estará reservado para o resto do dia? Espero que coisas boas!

Sunday, June 14, 2009

Domingo antes de 2ª Feira

É redundante. Eu sei. A questão é que foi o último dia antes de voltar ao trabalho, após 13 dias seguidos "em casa". O que fiz hoje foi arrumar e comer. lol
Sim! É verdade! Ah! E claro! Destilar.

Porque não fui à praia? Porque simplesmente estou escaldado das 2 horas que tive de praia à dias... Sou uma vergonha para o meu sangue preto... :(


Já fiz melhor, mas estava bom!


Separado por:
Pijama, até se veste e favorites!

Saturday, June 13, 2009

alguns anos depois...







Carneiro do rebanho

Ontem à tarde senti-me um verdadeiro carneiro. Mais ainda...

Apercebi-me que 8 em cada 10 calções de banho têm estampas de hibíscos e que 9 em cada 10 pessoas chegam à praia calçados com havaianas!

Monday, June 01, 2009

dos años

É dia da criança! Este dia trás duas situações à minha atenção! Uma delas é que hoje regredimos na idade, no meu caso posso regredir até à semana passada. E a outra circunstância que também não posso esquecer, são os 2 anos de ajuntamento com a Carla. Muita coisa se fez neste dois anos. Muitas horas se passaram lá em casa! Muitos filmes se viram, muita costeleta e pimento se comeu. Muito sushi se fez!!! Alguns 10kg na boinha! Se começamos a contabilizar o que se fez, reparamos que 2 anos é praticamente um vida e ainda há tantos por vir!

A nós, feliz aniversário de ajuntamento! :P

PS: Para a criança que está lá em casa...

Friday, May 29, 2009

It's AlivE!!!


Teias à parte, sal no fecho que torna virtualmente impossível abrir o saco (mas ainda assim possível) este ano, já molhei a prancha!

Monday, April 06, 2009

Twenty nine

Hoje as primeiras pessoas a dar-me os parabéns, foram provavelmente aquelas que mais gostam de mim!

1º Foi a Carla, que estava relativamente perto.
2º Foi a minha mãe.
3º Foi o Millennium

Monday, January 26, 2009

Construir VS Destruir

Como damos valor a algo?

Como é que uma coisa se torna mais importante que outra?

Pela ordem das coisas, que realmente reparei é que o que tem de ser construído é sempre difícil de realizar. E o que é para ser destruído é simplesmente fácil. Muitas vezes fácil demais. Mas esta regra parece aplicar-se a tudo. Vejamos o exemplo do planeta Terra. Demorou milhões de anos a adquirir esta forma. Nós em dois mil e tal anos moldamos isto tudo. Sendo que as maiores alterações são destes últimos séculos. Demoramos 3 horas a escrever aquele documento importantíssimo. Mas quando nos dizem que afinal já não é preciso. Demora uns segundos a metê-lo na reciclagem. Demora-se meses para se construir um carro. Mas para nos espetarmos contra um muro, é destruição praticamente instantânea. Um copo vem de não sei onde, feito por não sei quem até chegar a nossas casas! Distraímo-nos e xau... Estamos uns bons minutos a apanhar os cacos e vem alguém que tropeça e espalha-os em segundos outra vez! Estamos anos a estabelecer uma relação de confiança, mas basta um momento para esta se quebrar.

Porque custa tanto criar e é tão fácil destruir? É por isso que damos valor às coisas?

E se fosse ao contrário?

!$$%!$!%#!%&!!!

As pessoas só me desiludem normalmente uma vez. No resto das vezes vou ficando cada vez mais fodido!

Porque há pessoas que não nos dizem frontalmente o que querem? Acham-me estúpido? Será que pensam que não reparo? Ou pior ainda, que me esqueço! Posso ser muito esquecido, mas quando me pisam, é como me tatuarem na testa, não dá para ignorar ou esquecer...

Wednesday, January 14, 2009

Pensamento positivo




Iniciou, à volta de hora e meia, aproximandamente...

Imaginar que alguém que é importante para nós está a passar neste preciso momento por uma intervenção cirurgica é stressante e ao mesmo tempo dá uma sensação de incapacidade, porque na realidade simplesmente não podemos fazer nada.

Numa cirurgia uma pessoa é entregue, normalmente, a uma pessoa que nos é completamente desconhecido. No entanto, a vida dos nossos pode muito bem depender desse mesmo indivíduo!

Sabemos, não é de risco, corre tudo bem! Mas ficamos sempre à espera sem saber... E no fundo é como estar num dia de chuva, à espera para ver se fica escuro ou se vemos o arco-íris.