Monday, June 16, 2008

12 anos de uma relação cheia de frutos chega ao fim.

Ainda me lembro de entrar nas lojas, desejar uns calções fashion de marca, daqueles de marcas de surf que davam montes de autocolantes para meter nos meus cadernos...

Comprei estes calções com 16 anos. E até este fim de semana que passou foram meus fieis companheiros em muitas aventuras. Eles já percorrem e foram banhados em milhares de lt de água... já levaram kg de areia até minha casa. Já fizeram milhares de km.

Fiquei completamente surpreendido quando saí da água e tinha partes da perna que não sabem o que é o sol, expostas.

Já tenho uns novos. Portanto já tenho calções de banho até 2020!



PS: TEXUGO!

Monday, June 02, 2008

1 ano de ajuntamento



O dia da criança é dia de celebração a triplicar. É o dia em que os filhos são crianças outra vez, é o dia que saí de casa da mãe e foi o dia de ajuntamento com a Carla!




Feliz aniversário! :D


PS: Dentes branqueados por Photoshop.




Monday, May 12, 2008

Off of OFFF

Este ano não me correu lá muito bem o OFFF. Para começar só lá consegui estar a 1ª manhã. Passei o resto dos dias até hoje em casa doente. E depois, do pouco que vi, deu para sentir uma organização de certa forma à "portuguesa", com uma série de atrasos, espaço mal organizado, workshops superlotados, má sonorização, a mulher do bar não percebia inglês, casas de banho mistas, resmas de publicidade e patrocínios... Do pouco, muito pouco tempo que lá estive, não me fez em nada lembrar a boa experiência que tive em Barcelona com direito a bem estar e passear... Mesmo assim tenho pena de não ter usufruído mais!

Talvez para o ano!

Monday, March 17, 2008

Regressar



Fim de semana caseiro dá nisto! O que vale é que um triciclo não é muito caro!

Monday, March 03, 2008

Homenagem à Bianca

O fim de semana já deixava adivinhar o que se iria passar hoje. Não comeu, não bebeu, tudo teve de ser forçado e enfiado. Já nem saía do lugar, nem para fazer as suas necessidades. Hoje o veterinário não nos deu novidade nenhuma ao dizer que estava na hora de a libertar. FIV, PIF e FELV (se não me enganei nas nomenclaturas) qualquer destes vírus são graves.

Ela tinha-os todos.

Os tratamentos não estavam a funcionar e os sintomas actuais apontavam mais novos problemas... Fígado. Estava com Icterícia. Mais uma bomba a juntar ao já fantástico cocktail que surpreendia os veterinários quando mencionado.

Não tínhamos mais escapatória. Aliás, a Bianca não tinha para onde mais fugir. O veterinário recomendou abater e nós rendidos a tudo aquilo que já tínhamos visto e sabendo que os tratamentos que lhe estavam ao alcance não iriam fazer a diferença aceitámos o seu conselho.

Hoje enquanto estávamos perdidos às voltas com o carro sem sabermos para onde ir e sem o mínimo de vontade de ir para casa, ia-lhe sendo administrado Eutanol, uma droga letal utilizada para a eutanásia.

Só queremos esquecer esta dor, mas o braço de sofá arranhado por ela torna-se num templo que lembra com saudade o miar dela.

Chegámos a casa e arrumámos todas as coisinhas dela. Se no início nos custou habituar ter uma presença extra em casa, agora é sem dúvida ao contrário. Faz-nos falta. Muita falta.

Ao olhar para esta foto doí porque parece que nos olha nos olhos a comunicar connosco.



Foi sem dúvida uma lutadora que nos deu tudo o que conseguiu dar. E é assim que a queremos recordar.

Thursday, February 14, 2008

Impossível não gostar

Lutando contra três doenças graves dos felinos... É impossível ficar indiferente a este ser... Esta foto em posição fetal é deveras comovente.



Esteve agora uma semana bem depois de um tratamento intensivo. Hoje de manhã pareceu outra vez mais murchinha. Se não melhorar agora poderá ser o fim dela.

Aguenta-te Bianca!

Thursday, January 31, 2008

Almoços na Prodigentia

Hoje o almoço foi diferente. Comi as costeletas deveras difíceis de cortar. Agarrei em mim e fui trocar o pneu do carro ali na rua. Parecia as notícias de ontem de manhã dos tigres na rua. Tudo a passar e a olhar. Não sabia que trocar um pneu era tão fascinante. A seguir fui lavar a loiça do almoço que hoje é o meu dia...

Aftermath:
- Calças sujas no rabo;
- Camisola suja nas mangas;
- Casaco sujo no fecho;
- Um pneu inutilizado;
- Uma cruzeta lixada do meu peso;
- Dores de costas;
- Pele das mãos sensível do detergente.

Wednesday, January 02, 2008

10, 9, 8, 7, 6, 5... 4h30!?

Normalmente a passagem de ano é sempre um stress... Contar as passas, olhar para o relógio para me certificar que me divirto na passagem das badaladas. Cria-se uma grande tensão para no final de contas, passamos das 23:59:59 para as 00:00:00.

Este ano foi entre a casa do cunhado e do Miguel, lá fui picando da mesa e pegando no copo. A conversa fluía. Até política já rolava. Um copo a seguir ao outro de um belo vinho verde que parecia nunca mais acabar. Até aqui tudo parecia estar a correr como de costume. Mas as palavras começaram a ficar mais presas e as calças a ficar mais difícil de apertar. Não pelo volume ingerido, mas pela coordenação dos movimentos. Das poucas coisas que me lembro é de me ajudarem a caminhar, das fotos maradas, do miúdo, do bem estar geral e do "moche", que já não fazia uma desde a minha infância.

Acordei sem saber como cheguei à cama. Mas as horas projectadas na parece não enganavam onde tinha passado a meia noite. Não me lembro de fazer contagem decrescente e já eram 4:30. Ainda assim o chão não parava e já ouvia pessoas a despedirem-se. Voltei a dormir.

Quando vi algumas fotos que tirei e me tiraram, tive "flashbacks" da minha noite. Felizmente não fiz nada que me envergonhasse e não me doía a cabeça.

Foi diferente!